terça-feira, 30 de junho de 2009

Senadores de fogo

Se o Sarney não renunciar do cargo de presidente do Senado essa semana, aposto que vai ter político fazendo greve de fome.

Duvida?

domingo, 28 de junho de 2009

+1 +3

Por favor, alguém entregue o Prêmio Nobel para o Galvão Bueno por ele ter descoberto que no futebol, no primeiro tempo os árbitros sempre dão 1 minuto de acréscimo e no segundo três minutos.

Quem sabe, aí ele para de ficar repetindo.

Dunga neles!

E tem gente ainda achando que o Dunga pode cair na seleção...

sábado, 27 de junho de 2009

Só duas coisas

Tem dois tipos de coisas que eu detesto. O primeiro é quando falam as coisas pela metade.

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Dead or alive

Michael Jackson morre deixando 500 MILHÕES de dólares em dívida!

E tem gente acha que foi o Élvis que não morreu?

Uai

Hoje passei o dia em Campinas.

Mas levei minha própria garrafa de água.

Lolalá

Comentário sobre o texto "Diploma de jornalismo"

Lola:
"Desrepeito à democracia é permitir que uma pessoa sem o devido preparo teórico fale às massas com ar de dono da verdade." haha, e gente com preparo pode ser dono da verdade? :P

Resposta do RussoLogoExisto (virei um logo...)
Acho que o preparo adequado mostraria que não tem como ser o dono da verdade¹.


¹ Eu fingindo ser o dono da verdade. Mas, como já publiquei aqui, não sou o dono da verdade, mas sou sócio majoritário.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

I'm Bad

Fala a verdade, faz um tempinho que o Michael Jackson num tinha cara de vivo, né?

E se eu fizer humor negro agora ele fica branco depois?

terça-feira, 23 de junho de 2009

Diploma de Jornalismo

Sobre o post "A choradeira do diploma" do dia 18, última quinta:

Admito, antes de mais nada, que cometi dois grandes equívocos. Primeiro, não organizei meus pensamentos no texto. Ficou tudo confuso e posso ter dado a entender que sou contra o diploma de jornalista. Se transmiti essa idéia, cometi o grave pecado para um aspirante a comunicador: não me fiz compreender. Me falta experiência.

O segundo erro, e mais grave, foi o de ter criado uma cortina de fumaça sobre o fim da obrigatoriedade do diploma, dando mais peso às reclamações de jornalistas e estudantes de jornalismo de que "agora todo mundo é jornalista" e "jornalismo acabou". E pela fumaça fui o primeiro a bater a cara na parede.

Me faltou a percepção de que naquele momento (e porque não? Até agora) o mais sensato seria me opor a essa absurda decisão do Poder Legislativo (que não tem capacidade de atender a população, quanto mais de perguntar sua opinião).

Acabei me deixando levar pela irritação de ouvir repetidamente argumentos sem fundamento de que a profissão acabou. Argumentos de pessoas que sequer refletem sobre a profissão, nem têm base teórica ou prática, mas têm prazer em se fazer de vítima e em seguida ficar de braços cruzados.

Por fim, quero deixar clara minha posição: não existe democracia sem jornalismo. Mas não pára por aí, como o STF quer fazer entender. Não existe democracia com jornalismo irresponsável. Para ser jornalista, o profissional precisa acumular uma série de conhecimentos de ciências humanas e diversos treinamentos práticos da área.

É ingênuo (por parte de leigos na comunicação) acreditar que para tornar-se jornalista é necessário simplesmente a prática. Cria-se assim um peão que mal sabe do que está falando e que apenas retransmite as valores que recebeu sem perceber.

É mentiroso (por parte do STF, de políticos e de empresas de comunicação) defender que a exigência do diploma é um desrepeito à democracia. Fere a Constituição? Ora, se a Constituição foi escrita há 21 anos, só agora Gilmar Mender percebeu isso? Desrepeito à democracia é permitir que uma pessoa sem o devido preparo teórico fale às massas com ar de dono da verdade.

Kimi?

O piloto da Ferrari Kimi Raikkonen, campeão da temporada 2007 e atual décimo colocado da F1, é o segundo piloto mais bem pago do esporte.

Imagina se ele fosse bom?

Lulululalala

Acho bem idiota ficar no pé do presidente Lula por causa do idioma, mas essa eu não posso perder.

Em evento n Hospital Albert Einstein, ele mudou o nome do físico alemão para Alberto Einstein.

domingo, 21 de junho de 2009

E você?

Como diz o ditado, opinião é que nem bunda. Cada um tem a sua.

Realmente somos um povo desbundando.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Em cima do muro não!

Em cima do muro?

Nem pensar! Eu fico é escondido atrás do muro, pra não ficar tão exposto.

Credo.

quinta-feira, 18 de junho de 2009

A choradeira do diploma

STF põe fim à obrigatoriedade do diploma de jornalismo. Fim de um entulho da ditadura? Fim da profissão de jornalismo? Nem um, nem outro. É só falação.

Para começar, como assim entulho da ditadura? Então exigir diploma é algo antidemocrático? Faculdade de Jornalismo é algo elitista? Diria que é, mas longe de ser uma antidemocracia. Aliás, essa palavrinha mágica, a tal "Democracia" é tão mal utilizada pelos próprios jornalistas (nem se fala em políticos).

Mas e aí? Todo mundo é jornalista? Óbvio que não. Todo mundo é professor de educação física? Todo mundo é técnico de rádio? Bom, eu não.

E antes de cair a obrigatoriedade? Quer dizer que antes era tudo tão lindo? Ético? O que tinha de jornalista que não fez faculdade exercendo a profissão... O que veio agora foi uma oficialização disso. Isso vai representar uma desvalorização da profissão? Vai haver exploração do trabalhador, menores salários? Bom, que eu saiba isso já existia... A coisa que eu mais escutava de jornalista era que trabalhavam por mais de 10h dia, e ganhavam mal. A exigência do diploma, enquanto durou, não criou um paraíso.

Tudo bem... e o cuidado com a notícia? Bom... é fácil falar que nos Estados Unidos, que possue uma imprensa bem mais democrática que a nossa, não há obrigatoriedade do diploma. Mas Brasil não são os Estados Unidos. Não se compara uma república (eu falando isso toda hora, ai ai) de 25 anos com uma de mais de 200.

Fazer o curso de jornalismo não vai fazer com que 100% dos profissionais ajam com maior seriedade e ética ao escrever uma matéria. Mas convenhamos que faculdade de jornalismo que praticamente são técnicas e pouco ensinam de teoria não melhoram a qualidade de um texto jornalismo... as vezes, longe disso.

Mesmo assim, o que se aprende na teoria numa faculdade (e que fora dela é tratado como "perfumaria", algo desnecessário) amplia em muito o horizonte de um profissional, evitando que ele se torne, como alguns queiram, um mero digitador.

Pelo menos jornalismo virou assunto (e olha que pra jornal falar de jornalismo é um sacrifício). Mesmo assim, é preciso refletir sobre o fim da obrigatoriedade do diploma, sobre a qualidade de uma faculdade de jornalismo e sobre o que se entende por democracia.

Ah... não. Eu não me considero jornalista.

José Maranhão

Realmente os Anos 80 estão de volta!

A mania é criticar Sarney. Afinal, ele representa tudo aquilo que ele sempre foi, mas ninguém tocava no assunto.

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Sir Ney

Notícia no site da Jovem Pan

"Lula pede tratamento diferenciado a José Sarney

Líder brasileiro disse que ex-presidente tem história para não ser tratado como 'pessoa comum'"


Bom, eu sugiro uma cela individual.

terça-feira, 16 de junho de 2009

mais um...

Quando você pensava que já tinha conhecido todos os tipos de chatos, aparece uma figurinha nova pro seu álbum.

Até faz o chato antigo parecer mais simpático.

sábado, 13 de junho de 2009

Senada

Primeiro vem aquela história dos mais de cem diretores do Senado. Depois o auxílio-moradia que nem o Sarney sabia que ganhava. Agora tem ato-secreto dando benefício a servidores.

O Senado não é lá muito aberto, né?

Resfriado suíno 2

Então a Gripe Suína infectou 30 mil pessoas e matou 144 delas. Imagino que não seja algo tão letal.

Aliás, declarou-se que ela é uma pandemia só pra avisar que os países devem cuidar dela do mesmo jeito que já estão cuidando.

Retomando...

Insisto em tocar nesse ponto: por que quando se fala em partidos políticos de outros países a mídia os classifica em "conservador", "radical", "de direita" e "moderado" e quando fala nos partidos daqui, nem pensar?

sexta-feira, 12 de junho de 2009

petro.com.bras

A Petrobrás vai publicar as respostas dadas pela empresa aos jornalistas em um blog, antes mesmo delas serem publicadas pela imprensa.

E o jornalistas não gostaram porque o blog traria somente a posição da empresa, e "furaria" o furo dos jornais.

Alguém me explica qual é o problema? Tem problema quando um site qualquer publica o que vai sair no jornal do dia seguinte? Por que uma empresa não pode trazer sua opinião antes? Isso é diferente de um comunicado da empresa publicado, às vezes, até na primeira página de um jornal?

A entrevista é um monopólio da empresa jornalística? Por que eles são contrários à publicação na íntegra da entrevista, das perguntas e respostas? Será que corre o risco da empresa mostrar o que não foi publicado? E qual o problema em mostrar o que não foi publicado? Tinha alguma coisa de errado com a informação impressa?

Eu, hein...

Minctira...

O ministro do Meio Ambiente Carlos Minc é a favor da descriminalização da maconha.

Logo o ministro do meio ambiente é a favor da queima de uma planta?

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Que política é essa?

Vamos entender a política no Brasil...

Temos partidos de extrema direita que adoram falar em democracia (até botam no nome, olha só), e no congresso fazer longos discursos a respeito... só não gostam muito de votar coisas a respeito.

Tem partido que já se disse de centro-esquerda, e que nunca fiez nada de esquerda, quando muito de centro e olhe lá. Hoje nem toca no assunto.

Tem um partido que nunca se disse de posição política nenhuma, porque sempre tem a melhor posição política possível... a que já tem o poder.

Tem partido que já foi de esquerda, se diz de esquerda, até faz uma ou outra coisinha de esquerda, mas se aliou a partidos de direita, dizendo que os momentos são outros. Mas na horas de falar de ações de "outros momentos" enchem o peito. Partidos que combateram a ditadura e agora são a favor da lista fechada...

Tem os partidos de extrema-esquerda, que mais se preocupam em atacar a esquerda e o centro, (se é que eles existem) do que a direita.

Enquanto isso, na Unesp...

Os alunos da Unesp receberam ontem à tarde um email do GAC, Grupo Administrativo do Campus de Bauru falando a respeito do projeto para construção do Restaurante Universitário (previsão para 2010) e da Moradia Estudantil (sem previsão, pelo menos no e-mail), que por sinal só tera vagas para 64 estudantes. Pouco não?

De qualquer jeito...

Que acham de receber esse e-mail bem na semana em que há greve de alunos da USP e briga entre eles e a polícia?

terça-feira, 9 de junho de 2009

Minc x Ruralistas

O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, vem tendo entreveros com os deputados ruralistas...

Não sei se isso é um problema. Num país em que o ministro DO MEIO AMBIENTE for amigos de ruralistas, estamos arruinados.

Manifestações na USP

Vou começar a contar a quantidade de vezes que indicam os objetos usados como armar e as ações dos estudantes da USP no protesto em São Paulo e compara com a quantidade de vezes que a imprensa divulgou a reinvindicação dos alunos.

Não vai ficar muito proporcional.

O melhor é lembrar daqueles jornalistas que adoram lembrar que "jogavam rolha na rua pra fazer cavalo da PM escorregar".

Ou eu ouvi errado?

Felizpão

Será que Felipão conseguirá se sobressair no meio de tantas estrelas estão no futebol do Uzbequistão?

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Urgente!

Casseta e Planeta dessa semana tem a banda McFly.

Lembra quando Casseta e Planeta tinha Casseta e Planeta?

domingo, 7 de junho de 2009

Fogo com fogo

Pra tirar a Gripe Suína das primeiras páginas dos jornais, só com acidente de avião mesmo...

E na política, com tanta coisa pra se discutir, e o assunto principal é Terceiro Mandato.

sábado, 6 de junho de 2009

Frases de Millôr e de Russo

Hoje uma frase de Millôr Fernandes e uma minha [que modéstia a minha...]

Millôr: Se artista plástico tivesse o tratamento que um jogador de futebol recebe, pintaria uma Capela Sistina por semana.

Bom, não sei pra qual time Millôr torce, se já ele costumava jogar futebol e tal, mas o homem é artista plástico, coitado.

Depois dessa... algo que eu pensei ontem, aguardando o presidente de uma associação para fazer uma entrevista:

Crescer na vida é passar a ter o direito de fazer os outros esperarem e ainda ser atendido sem cara feia.

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Sete...

É impressão minha ou todo avião que cai tem 7 no número do voô ou do modelo de avião?

Eu, heim.

terça-feira, 2 de junho de 2009

TV acidental

Show de cobertura sobre o acidente do avião da Air France na Record, Rede TV e Band.

Essas emissoras, enquanto falam da tragédia, passam cenas de outros acidentes e de cenas de filmes.

Viva a desinformação!